Governador de MS disse que é a favor de retirar o ICMS e substituir pelo IVA

Noticia gazetacrnews em 22 de fevereiro, 2021 16h02m
Facebook Twitter Whatsapp

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) | Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax

Da Redação – O governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse em entrevista que o Estado de MS não tem suporte para reduzir o ICMS dos combustíveis (diesel e gasolina), sendo que esse imposto é de fundamental importância para que o governo mantenha as contas em dia.

“Nós, do Fórum dos Governadores, mandamos uma carta ao Congresso Nacional, dizendo que estamos abertos a discussão, inclusive podendo abrir mão da alíquota do ICMS. Mas, não dá para, do dia para noite tirar os recursos do Estado”.

Reinaldo ainda enfatizou que reduziu a alíquota do diesel de 17 para 12%, bem como a do álcool também. “Somos produtores de álcool e não de petróleo”, disse.

Publicidade

Já fomos defensores em acabar com o ICMS e implantar o IVA – imposto de valor agregado, e com isso o Estado vai perdeu muito, mas tem que haver compensação, ressaltou. O IVA é cobrado no destino final, e isso com certeza reduz a arrecadação de MS, por isso terá que haver compensação.

Reinaldo acrescentou ainda que, os municípios deixaria de cobrar o ISS, o governo federal o PIS Cofins e os estado abririam mão do ICMS, e passaria os tributos para o consumo final. Não tem como discutir de forma fatiada, finalizou.

Fonte: Midiamax.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários