Costa Rica: Engravidou com 14 anos, e hoje com dezessete "sofre muito" para criar a filha

Cotidiano gazetacrnews em 16 de junho, 2021 20h06m
Facebook Twitter Whatsapp

Foto Ilustrativa.

Da Redação - Um dos maiores problemas das famílias brasileiras é a desestruturação familiar, quando pai e mãe não convivem juntos para criar os filhos, ou até mesmo situaações adversas como alcoólismo, uso de drogas e ate mesmo o desemprego, que acarreta muitas consequências em milhares de famílias. 

Uma jovem, hoje com 17 anos de idade, cria a sua filha com dois "aninhos", sem a presença do pai, que também é menor de idade. Ela engravidou aos quatorze anos, podemos dizer que ainda era uma criança. Uma família de 8 irmãos, ela resolveu separar uma casa e criar a filha. Passa por dificuldades, pois está desempregada e luta bravamente para conseguir sobreviver os dias difícies que enfrenta - ao amanhecer e ao anoitecer. 

Conhecemos essa jovem, que vive um drama, ela falava e com os olhos ávidos a soltar lágrimas, pois a vida para ela é muito difícil. Com ela, uma outra jovem, com 16 anos e já grávida do segundo filho. Também vive o drama da instabilidade familiar. 

Publicidade

Costa Rica, uma cidade talvez, com 15 a 18 mil habitantes na área urbana, mais com centenas de pessoas "sobrevivendo" as dificuldades da vda, e drama como dessas duas jovens. Outros casos semelhantes têm por ai, e imagina nas cidades de tamanho médios e grandes? São problemas ainda maiores. 

Não cabe somente ao poder público trabalhar para amenizar essas situações, mas é uma obrigação moral da sociedade, como um todo, abraçar essa causa. Em especial, quando há crianças envolvidas, menores de idade, como os dois casos relatados - sem dizer outras dezenas que se contabiliza por cada espaço nessa cidade, em outras e outras. 

Antes de conversar com as duas jovens, conheci uma mulher, talvez de 30 a 35 anos. Ela narrou o drama da sua vida. O desemprego dela e do marido. Filhos para criar, e, ela sem horizonte. O que fazer? O estímulo vai acabando. Ela dirigiu a mim, essas palavras: "por quê será que Deus colocou no mundo as pessoas pobres para viver" ? Entendemos perfeitamente o que ela sente, mas ela esqueceu da vida eterna. Muitos esqueceram da vida eterna, até muitos abastados. 

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários