Pacheco diz que não vai cumprir decisão de juiz para impedir Renan na relatoria da CPI

Política gazetacrnews em 26 de abril, 2021 22h04m
Facebook Twitter Whatsapp

Senador Renan Calheiros (MDB-AL) — Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Da Redação - A decisão proferida por um Juiz de Brasília, que concedeu liminar para impedir que o senador Renan Calheiros (MDB-AL), seja o relator da CPI que vai investigar o governo federal em relação às ações no combate a COVID-19, não será acatada pelo Presidente do Senado Federal, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que disse que cabe a Comissão Parlamentar de Inquérito decidir pela a escolha, justificando que é uma prerrogativa interna do Senado. 

Uma ação popular, proposta pela deputada Carla Zambellim(PSL-SP), foi acatada em fase liminar pelo juiz federal Charles Renaud Frazão de Moraes, onde a parlamentar argumentou que a indicação de Calheiros afronta a moralidade administrativa e compromete a "imparcialidade que se pretende de um relator", afirmando que Renan responde processos em tramitação do Supremo Tribunal Federal. 

A decisão do Juiz é provisória, e pode ser modificada mediante recurso.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários