Novo prefeito de Costa Rica ainda não formou sua equipe por completo

Noticias gazetacrnews em 02 de janeiro, 2021 04h01m
Facebook Twitter Whatsapp

Prefeito Cleverson e Roni Cota.Foto: Marcelo

Da Redação – Os efeitos da campanha acirrada, de confrontos e debates na mídia social por longos 90 dias, já está amortizada, mas os grupos – situação x oposição, ainda continua no campo político. Primeiro, vem aí 2022, e já tem alguns pensando em 2024, quando haverá eleição municipal. Mas, antes de tudo, inicia-se um período de 4 anos de mandato, onde o prefeito Cleverson dos Santos precisa demonstrar com capacidade administrativa, os novos rumos traçados para o município e munícipes de Costa Rica.  

A posse do prefeito Cleverson dos Santos, do vice-prefeito Roni Cota e dos 11 vereadores, aconteceu na noite do dia 31 (quinta-feira), no plenário da Câmara Municipal, com pouquíssimos convidados presentes, devido a pandemia da Covid-19.

Na sessão solene, os onze vereadores eleitos em 15 de novembro elegeram a nova mesa diretora do Poder Legislativo, a qual será presidida pelo vereador Averaldo Barbosa da Costa (MDB), que está internado na Fundação Hospitalar da cidade, depois de ser contaminado com a Covid-19. Averaldo tomou posse por vídeo (online). A Vice-presidente da Câmara Municipal, vereadora Manuelina Martins da Silva Arantes Cabral, vai administrar o Poder Legislativo até que Averaldo deixe o hospital e possa voltar às atividades normais.

Publicidade

A nova administração ainda não está com o seu quadro completo, faltando nomear a nova diretoria do Serviço de Água – SAAE (por enquanto uma gestão provisória), novos assessores, diretores de departamentos e diretores de escola, além do cargo de Controlador Geral do município.

Para tocar o município, foi aprovado em 2020, um orçamento de R$ 168,6 milhões de reais, distribuídos entre as secretarias municipais: Saúde, Educação, Obras, Assistência Social, Administração e Finanças, Desenvolvimento e Agricultura – e, ainda, Câmara Municipal, Serviço de Água e Esgoto e Serviço de Previdência Social. Além dessa previsão, a atual administração deixou R$ 33,9 milhões em caixa.

Em convênios, a nova administração tem em caixa o valor de R$ 4,3 milhões, em obras que estão em andamento. Se destaca recursos da Funasa no valor de R$ 1.030.135,58 para investir nas obras de esgotamento sanitário – e pouco mais de R$ 958 mil para gestão de resíduos sólidos e aterro sanitário.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários