Mundial MTB: Sexteto de Costa Rica consagra na segunda colocação

Esportes gazetacrnews em 30 de julho, 2019 15h07m
Facebook Twitter Whatsapp

Ciclistas de Costa Rica que participaram do Mundial MTB. Foto: Gazeta

Da Redação – A cidade de Costa Rica, distante 384 km de Campo Grande, sediou o Campeonato Mundial Mountain Bike 24 horas, na categoria Solo e outras categorias. Acredita-se que ao menos 500 participantes inscritos estiveram pedalando pelas ruas e trilhas do percurso montado para a competição.

O sexteto de Costa Rica, composto por André Silas, Renan Cândido, Célio Bike, Renilson, Túlio “Bala” e Marquinhos, ficaram com a segunda colocação da prova em equipe. Nessa prova a equipe de Araraquara-SP ficou na primeira colocação.

Para uma competição desse nível, seria necessário ao menos 90 dias de preparação ou mais; “no nosso caso, creio que foram 20 dias que dedicamos para preparar especificamente para a prova”, disse Célio, um dos participantes da equipe e que é proprietário de uma bicicletaria na cidade.

O custo de cada bicicleta com todos os equipamentos pode chegar a R$ 8.000. Somente um pneu especial sem arame, custa a bagatela de R$ 300,00. Esse tipo de pneu, mesmo se for acometido por um prego, ele continua cheio e leva o ciclista até o final da prova. Uma bicicleta Specialized Epic 4 pode custar o valor de R$ 15 mil.

Publicidade

O professor de educação física Renan Cândido, disse que pedalou 58 km para ajudar a equipe chegar à segunda colocação. “Não paramos, foram 24 horas no ar”.

Uma das revelações do ciclismo de Costa Rica no Mundial é Túlio Lopes “Bala”, de apenas 16 anos. Ele fez parte da equipe do sexteto e pedalou 58 km.

Os 10 sextetos que participaram da prova desembolsaram R$ 18.900,00 em inscrições. Calcula-se que o valor arrecadado com todas as inscrições no mundial pode ter ultrapassado R$ 130 mil.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários